INFORMAÇÃO PARA EXAME

TRANSFERRINA, DOSAGEM SERICA

É a principal proteína de transporte do ferro, sendo sintetizada no fígado e migrando para região beta na eletroforese. Útil para diagnóstico e manejo de anemias. Essa aumenta nos casos de deficiência e diminui nos casos de inflamações crônicas, neoplasias e hemocromatose. Atualmente, imunoensaios podem determinar diretamente a transferrina, havendo boa orrelação entre os níveis de transferrina e a capacidade total de combinação do ferro. A transferrina apresenta um polimorfismo genético importante. Sua síntese é inversamente proporcional à quantidade de ferro sérico. Valores elevados são encontrados nas anemias ferroprivas, hemorragias agudas, no uso de estrógeno e gravidez (elevação de 30 a 50%). Deve-se lembrar que a transferrina é uma beta- 1-globulina, sendo um marcador negativo de fase aguda, reduzindo em processos inflamatórios e infecciosos agudos. Hipoproteinemia também pode causar níveis baixos de transferrina

Unidade Biolabor para realizar esse exame:

Sorocaba - Campolim, Sorocaba - Penha, Sorocaba - Vergueiro, Votorantim, Sorocaba - Zona Norte, Sorocaba - Zona Oeste, Sorocaba - Éden, Salto de Pirapora, Itu, Piedade

Preparação para o exame:

- Adultos: Jejum obrigatório de 8 horas
- Crianças ate 4 anos: Jejum obrigatório de 4 horas
- Lactantes: Intervalo entre as mamadas

Instruções de preparo
Informar se o paciente recebeu transfusão sanguínea ou passou por processo de transplante de medula óssea.

**ATENÇÃO**
Solicitamos obrigatoriamente o envio do pedido médico

OUTROS EXAMES

Selecione a primeira letra do exame abaixo ou utilize o campo para digitar o exame que procura