INFORMAÇÃO PARA EXAME

PROTEINA C ATIVADA, RESISTENCIA

A resistência a proteína C ativada (RPCa) é um defeito hereditário
que, aparentemente, desempenha um papel importante na trombofilia.
Acomete aproximadamente 5% dos caucasianos. É encontrado em 20%
dos pacientes com primeiro episódio de trombose venosa profunda e 50%
dos casos familiares de trombose. A frequência da RPCa é dez vezes
maior do que deficiências de Proteína C, Proteína S e Antitrombina III
combinadas. O teste positivo pode ser confirmado através da pesquisa
da mutação do Fator V de Leyden, que quando presente, caracteriza a
alteração hereditária da RPCa, embora outras mutações mais raras
também sido descritas. É a mutação do Fator V de Leyden que leva a
fator V resistente a degradação pelo proteína C ativada, resultando em
aumento do risco de trombose

Unidade Biolabor para realizar esse exame:

Sorocaba - Campolim, Sorocaba - Penha, Sorocaba - Vergueiro, Votorantim, Sorocaba - Zona Norte, Sorocaba - Zona Oeste, Sorocaba - Éden, Salto de Pirapora, Itu, Piedade

Preparação para o exame:

- Adultos: Jejum obrigatório de 8 horas
- Crianças ate 4 anos: Jejum obrigatório de 4 horas
- Lactantes: Intervalo entre as mamadas

Instruções de preparo
Informar se o paciente recebeu transfusão sanguínea ou passou por processo de transplante de medula óssea.

**ATENÇÃO**
Solicitamos obrigatoriamente o envio do pedido médico

OUTROS EXAMES

Selecione a primeira letra do exame abaixo ou utilize o campo para digitar o exame que procura