INFORMAÇÃO PARA EXAME

C TELOPEPTIDEO CTX I

Interligadores C-terminais são produtos da degradação do colágeno, útil como marcador da reabsorção óssea. O colágeno tipo I é o principal constituinte da matriz óssea orgânica. Durante o metabolismo ósseo normal, sua parcela madura é degradada e pequenos fragmentos passam para a corrente sanguínea, sendo excretados pelos rins. Em situações fisiológicas ou patológicas de reabsorção óssea aumentada, por exemplo, com o avançar da idade ou em decorrência da osteoporose, o colágeno tipo I é degradado em proporções crescentes, aumentando o nível de fragmentos circulantes. O fragmento telopeptídeo C-terminal (CTx) é específico para a degradação do colágeno tipo I dominante no osso. Dessa forma, concentrações elevadas de telopeptídeo C-terminal são observadas em pessoas com reabsorção óssea elevada. Os níveis séricos tendem a cair durante a terapia com agentes anti-reabsortivos ósseos. Assim, recomenda-se a medida do CTx sérico para o monitoramento da eficácia da terapia anti-reabsortiva óssea em casos de osteoporose ou de outras doenças osteometabólicas.

Unidade Biolabor para realizar esse exame:

Sorocaba - Campolim, Sorocaba - Penha, Sorocaba - Vergueiro, Votorantim, Sorocaba - Zona Norte, Sorocaba - Zona Oeste, Sorocaba - Éden, Salto de Pirapora, Itu, Piedade

Preparação para o exame:

Instruções de preparo
Medicação: Pacientes em tratamento com doses elevadas de biotina (>5 mg/dL), a coleta deve ser realizada até no mínimo 8 horas após a última administração.



Jejum: Aconselhável de 4 horas.

OUTROS EXAMES

Selecione a primeira letra do exame abaixo ou utilize o campo para digitar o exame que procura