INFORMAÇÃO PARA EXAME

ACIDO DELTA AMINOLEVULINICO, URINA ISOLADA

A norma brasileira adota o Ala-U como indicador biológico para a
vigilância de trabalhadores expostos ao chumbo e recomenda iniciar as
avaliações biológicas no mínimo 1 mês após o início da exposição. A
ação nociva do chumbo no organismo é precocemente revelada pelos
sinais decorrentes da alteração na síntese do heme, causado pela
inibição de algumas enzimas utilizadas na síntese da hemoglobina,
devido a ligação do metal à enzima ácido aminolevulínico desidratase
(ALA-D), causando o acúmulo do ácido delta aminolevulínico (ALA) no
sangue e na urina.
Deste modo, a determinação da concentração do ácido delta
aminolevulínico urinário (ALA-U) tem sido proposta para o
monitoramento da exposição ocupacional ao chumbo, paralelamente aos
níveis do metal no sangue (Pb-S)

Unidade Biolabor para realizar esse exame:

Sorocaba - Campolim, Sorocaba - Penha, Sorocaba - Vergueiro, Votorantim, Sorocaba - Zona Norte, Sorocaba - Zona Oeste, Sorocaba - Éden, Salto de Pirapora, Itu, Piedade

Preparação para o exame:

Orientações:
- Colher urina após retenção urinária de 4 horas.
- Fazer higiene da genitália com água e sabão, secar, desprezar o 1º jato de urina,
coletar o jato médio em frasco protegido da luz (âmbar).
- O material deve ser colhido preferencialmente no laboratório. Sendo a coleta feita em casa, trazer o material ao laboratório no prazo máximo de 1 hora.
- O horário de coleta não é crítico desde que o trabalhador esteja em
trabalho contínuo sem afastamento maior que 4 dias.
- Informar se a urina é de início ou final de jornada.
- Mulheres não podem fazer uso de creme vaginal nas 48 horas que antecedem o exame e, idealmente, devem colher a amostra fora do período da menstruação.

OUTROS EXAMES

Selecione a primeira letra do exame abaixo ou utilize o campo para digitar o exame que procura